+Recursos

Amplie seus conhecimentos e acelere suas estratégias consultando as principais publicações nacionais e globais sobre DCNTs e parcerias intersetoriais presentes aqui, em +Recursos.

3688162268?profile=RESIZE_710x

As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) são um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade. Estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que as DCNT são responsáveis por 71% de um total de 57 milhões de mortes ocorridas no mundo em 2016 (WHO, 2018a, 2018b). No Brasil, as DCNT são igualmente relevantes, tendo sido responsáveis, em 2016, por 74% do total de mortes, com destaque para doenças cardiovasculares (28%), as neoplasias (18%), as doenças respiratórias (6%) e o diabetes (5%) (WHO, 2018c).


Na publicação são apresentados resultados referentes ao décimo terceiro ano de operação do Vigitel (2018). Esses resultados, somados àqueles divulgados nos anos anteriores (Brasil, 2007; 2008; 2009; 2010; 2011b; 2012; 2013; 2014; 2015, 2016b, 2017 e 2018), dotam todas as capitais dos estados brasileiros e o Distrito Federal de informações atualizadas sobre a frequência, distribuição e evolução dos principais fatores que determinam as doenças crônicas em nosso meio.

Para ler na integra, acesse.